Reportagens
Lendo Agora
Aos 65 anos, homem surfa onda gigante no Havaí
1

Aos 65 anos, homem surfa onda gigante no Havaí

por Vale Publicarfev 3, 2015

O vídeo mostra um homem de 65 anos, casado e pai de duas filhas, surfando uma onda gigante no Havaí, no dia 22 de janeiro. Localizado na Ilha de Maui, onde o swell é considerado um dos maiores do planeta, o surfista ganhou destaque nas redes sociais depois de dropar mais de 7 metros sem cair.

lindengaryNa realidade, estamos falando da lenda Gary Linden, um dos maiores shapers da atualidade. Ele conta com exclusividade para o Jornalismo Colaborativo, como é viver do esporte.

JC – Gary, você sempre buscou ondas maiores? Até quando pretende continuar surfando?
GL – Surfo ondas grandes sempre que tenho a oportunidade. Geralmente isso acontece uma vez por mês, em média. Espero continuar a fazer isso, desde que eu ainda consiga

JC – Você é considerado um dos maiores shapers do mundo, o que você acha da evolução do design e dos materiais que são aplicados hoje em dia?
GL – O uso de máquinas mudou radicalmente a precisão e consistência da prancha moderna. Isso permitiu que melhorar os projetos e torná-los modelos padrão. Já os materiais melhoraram um pouco, mas ainda há um longo caminho a percorrer. O bom disso tudo é que as porta se abriram as pessoas estão descobrindo o que está disponível.

 

JC – Na sua opinião qual o conceito em design de pranchas que você poderia destacar desde que você começou a surfar?
GL -Sempre tentei fazer pranchas que, pessoalmente, permitissem surfar melhor. Isso começou com shortboards e agora o foco são “armas” para ondas maiores.

JC – Como é a verdadeira sensação de surfar uma onda perfeita?
GL – Surfar uma onda perfeita é uma coisa tão especial, que a maioria de nós não consegue perceber a dimensão da experiência. Na semana passada, tive a sorte de surfar Honolua Bay, em Maui, consideradas as melhores ondas do mundo. Eu peguei três ondas em 5 horas, mas jamais vou esquecer da primeira! Maior e melhor, é a combinação desejada.

JC – O que você prefere longboard ou shortboard? Por quê?
GL – Eu gosto de shortboards porque permitem uma conexão mais próxima com a onda, além da capacidade de tirar manobras do bolso.glindenJC – Como está a sua preparação física para surfar as ondas grandes? Você pratica algum treino específico?

GL – Estar preparado mentalmente é provavelmente a mais importante preparação que algém pode ter. Você precisa ter certeza de que você realmente quer pegar uma onda grande, independentemente das consequências. Se você conseguir adicionar treinamento de força física para o lado mental, então você estará preparado para enfrentar qualquer onda.

JC – Como você vê a atual situação do surfe brasileiro no circuito do mundo?
GL – Com a coroação do primeiro Campeão do Mundo Gabriel Medina, o Brasil, de uma fez por todas, se estabeleceu como uma grande nação do surf. Agora que mais olhos estarão sobre a cena global de surf brasileiro, acredito que haverá muitas surpresas.

JC – Se você pudesse voltar no tempo, qual o melhor período que você iria escolher para surfar?
GL – Todos eles têm seus pontos fortes, mas, provavelmente, os anos 70 fica em primeiro.

JC – Alguma vez você já trabalhou com um projeto social através do surf?
GL – Sim, eu tenho contribuído em uma série de projetos, mas o mais memorável para mim, foi coletar roupas de mergulho para os pescadores chilenos que perderam tudo nos terremotos.

JC – Já passou por alguma situação complicada enquanto surfava? Como foi?
GL – Estava surfando em Pasquales, México, pouco antes do anoitecer e as ondas começaram a ficar enormes para mim. Peguei uma e cai batendo o lábio na parte inferior da onda. Perdi um pouco a consciência e fui pra baixo de toda aquela água. Quase me afoguei, mas a sensação era de que tudo estava em câmera lenta, como sentimos pouco antes de desmaiar. Foi uma sensação muito tranquila, e fiquei feliz quando recuperado.

JC – Conte-nos sobre o seu negócio e próximas metas.
GL – Eu quero continuar a fazer pranchas de surf e me concentrar naquelas de madeira que eu faço para surfar ondas grandes com mais confiança, bem como ter certeza que o Big Wave Tour faz jus às suas máximas possibilidades.

JC – Afinal, o que é o surf para você?
GL – Surfar é minha vida!

Fotografias: Fred Pompermayer e arquivo pessoal de Gary Linden.

O que você pensa sobre isso?
Muito Bom
0%
Interessado
0%
Não Concordo
0%
Absurdo
0%
Muito Triste
0%
Sobre o Autor
Vale Publicar
Vale Publicar