maio 9, 2017
44 Visualizações
0 0

BR-465: Uma gigante cheia de problemas

Publicado por

Rio-São-paulo

Para alguns a estrada pode parecer desconhecida, mas ela é uma rodovia de grande importância para o Estado do Rio de Janeiro. Isso porque, além de servir como via para os municípios de Nova Iguaçu e Seropédica, também é utilizada por caminhões de carga que procuram um caminho mais rápido para escoar seus produtos pela zona oeste carioca.

A rodovia Rio – São Paulo, como era chamada antigamente, sofre com muitos buracos, problemas de sinalização, lentidões e engarrafamentos em muitos trechos. Muitos motoristas se queixam da constante necessidade de manutenção no carro. Segundo Nilton Tadeu Durães, gerente de serviços de uma empresa de engenharia, o estrago no veículo pode ser grande. “Os danos mais comuns causados por impacto em buracos são rodas amassadas e cortes nos pneus”.

Para Gregory Maitre, sócio fundador da Betuseal, empresa de selante asfáltico, não há porque, hoje me dia, estradas ficaram sem manutenção. “São muitos os métodos para manter as estradas verdadeiros tapetes, e o melhor, não atrapalham muito o trânsito, pois são muito rápidos. As pessoas merecem estradas melhores. Economiza tempo e dinheiro.”

Revolta dos moradores

Tanto é o descaso na rodovia, que, recentemente, ocorreu uma manifestação dos moradores do chamado KM 32, em Nova Iguaçu. Os habitantes da região, que clamavam por outras demandas como mais escolas e mais postos de saúde no lugar, interditaram a rodovia durante mais de 5 horas.

O batalhão de choque da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi chamado para dispersar a multidão de cerca de 300 pessoas, no entanto, mesmo com o uso de bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo, tiveram que pedir apoio do Batalhão de Choque Policia Militar.

O descaso com a estrada ainda segue sem previsão de solução. Resta aos moradores esperarem que seus próximos governantes se “sensibilizem” com a precária situação a qual os habitantes da região são submetidos.

Assuntos Relacionados
Andrielle Bressane · Artigos · Serviço

Comments are closed.