jul 28, 2014
649 Visualizações
0 0

Cerveja e Café: Aliados da produtividade

Publicado por

O café e a cerveja são duas bebidas emblemáticas. Ambas são utilizadas em momentos de sociabilidade e ligadas a sensações de bem estar. Afinal, quem nunca chamou ninguém para tomar um cafezinho ou degustar uma cerveja?

Não precisa muito estudo para descobrir que a cerveja nos deixa mais extrovertidos e o que o café nos deixa mais alertas. No entanto, alguns estudos apontam que ambas as bebidas seriam importantes para o cérebro ter um comportamento que ajudaria no trabalho e estudos.

Cerveja

cerveja-istock

Segundo estudos da University of Illinois a cerveja é capaz de deixar as pessoas mais criativas. De acordo os pesquisadores, a cerveja nos deixa menos focados porque diminui nossa memória. Isso faz com que nos importemos menos com o que acontece ao nosso redor, impulsionando nosso processo de criação.

Os pesquisadores, através de alguns experimentos, concluíram que o nível de 0.07 de álcool no sangue causa um melhor desempenho em atividades ligadas à criatividade. Mas o resultado positivo só se apresentou em processos que envolviam criação, como a montagem de palavras, tendo um determinado número de sílabas. Os mesmos participantes obtiveram resultados ruins ao executar tarefas ligadas a manter o foco, como dirigir.

Perguntado a respeito da pesquisa, o Chef Fabio Almeida, sócio fundador do A Propósito Food Service, restaurante na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, afirma que a experiência com a cerveja pode ser muito boa, afinal, existem diversos tipos. “Hoje temos uma grande variedade de tipos e sabores de cervejas. A experiência não precisa ser apenas para ligar o cérebro, mas também para ter uma experiência gastronômica diferenciada.”

Café

Cafe-google

Se a cerveja reduz nossa memória, foco e aumenta nossa criatividade, o café é um pouco diferente. De acordo com estudos o café é um excelente aliado no processo de execução de tarefas.

Existe um consenso geral de estudiosos sobre a cafeína, que diz que a substância pode aumentar a qualidade e desempenho de tarefas mais mecânicas e que não demandem muito pensamento abstrato ou raciocínio.

No entanto, um grupo de pesquisadores da Johns Hopkins University notou que o consumo regular pode causar tolerância do organismo à cafeína. Ou seja, mesmo consumidores leves e moderados, aqueles que consomem em média 400ml de café por dia, podem ter o efeito da substância estimulante no sangue, fazendo-se necessário o uso de uma maior quantidade.

Uma coisa não é diferente nos dois casos, tudo fica melhor quando apreciado com moderação.

Assuntos Relacionados
Andrielle Bressane

Comente ou dê a sua opinião