maio 31, 2014
859 Visualizações
0 0

Churrasco sem fumaça

Publicado por

churrasco

Assar uma deliciosa picanha. O grande programa do fim de semana de muita gente.

Reunir os amigos, familiares e compartilhar essa deliciosa refeição, ao som de uma boa música e um bom papo é excelente. No entanto, algumas coisas podem estragar a festa. Como a fumaça da churrasqueira.

Existem alternativas que evitam que você causa uma crise de tosse nos seus convidados. Confira abaixo:

Escolha o carvão

Segundo Eduardo Marinho, sócio fundador de uma distribuidora de carvão, água, gelo e cerveja na Barra da Tijuca e Recreio, é preciso se assegurar da qualidade do carvão. Às vezes é melhor pagar mais caro e obter algo de melhor qualidade. “O ideal é utilizar os carvões ecológicos, pois eles costumam liberar bem menos fumaça. Além disso, são melhores na produção de calor.”

Não use água

Tentando não ser redundante, a água, molha o carvão, reduzindo seu calor. O ideal é utilizar as próprias cinzas do carvão para abaixar o fogo. O objetivo não é reduzir o calor, mas abaixar as chamas, evitando que a carne não asse com uniformidade.

Papel e Plástico

Você já viu um dos dois itens acima queimando. Soltam uma fumaça muito escura, principalmente o plástico. Outra questão, é que ambos liberam resíduos que podem ser tóxicos e alterar o sabor da carne.

Grelha

A gordura pode ser eficiente em um primeiro momento no churrasco. Ela ajuda a aquecer o carvão. Entretanto, seu excesso pode ser prejudicial e gerar muita fumaça. Existem grelhas específicas, como a argentina, que possuem canaletas que direcionam a gordura para reservatórios na churrasqueira.

Agora você pode aproveitar essas dicas e fazer uma churrasco de qualidade. Lembre-se também de fazer seu evento em um local aberto e longe de animais domésticos. Possui mais alguma dica? Mande para nós!

Assuntos Relacionados
Andrielle Bressane · Artigos · Colunistas · Gastronomia

Comente ou dê a sua opinião