nov 1, 2015
136 Visualizações
0 0

A Dama do Adestramento

Publicado por

dama-adestramentoA Revista Horse apresenta este mês uma matéria exclusiva com Ingrid, 67, anos, que fala sobre suas conquistas, o trabalho como professora, juíza internacional da modalidade e o futuro dos jovens na equitação.

Muitas pessoas que praticam esportes esquestres seguiram os caminhos de seus pais. O caso de Ingrid Borghoff Troyko não foi diferente. Ela herdou o amor pelo esporte da sua mãe, Edith Heimpel, que foi campeã Sul-Americana de natação, mas direcionou toda sua paixão aos cavalos, mais especificamente, ao Adestramento. Sua primeira montada foi aos 9 anos, no Clube Hípico de Santo Amaro, quando seus pais se tornaram sócios do local. “Depois da minha primeira aula tive certeza de que este era o meu caminho e resolvi traçá-lo. Aos 13 anos já competia nas provas nacionais”, conta.

Aos 18 anos, Ingrid mudou-se para a Alemanha, onde treinava os cavalos do casal Linsenhoff, cuja esposa Liselott Linsenhoff conquistou a medalha de ouro na olimpíada de Munique no Adestramento. Depois, ela voltou ao Brasil, onde treinava alguns animais. Em 1971, foi convidada para integrar a equipe que ia a Olimpíadas de Munique e participou de várias provas no exterior, inclusive Aachen, onde se sagrou vice-campeã do Torneio Internacional, na prova do Grande Prêmio, montando o cavalo Regalo.

Mais informações no site da Revista Horse ou no próprio site www.EquitacaoClassica.com.br de Ingrid Borghoff Troyko.

equitacaoclassica

Fonte: Revista Horse e Jornalismo Colaborativo

Assuntos Relacionados
Artigos · Reportagens · Saúde e Bem-Estar

Comments are closed.