maio 9, 2017
26 Visualizações
0 0

Eixo cardã: o que é?

Publicado por

Se você é um curioso pelas novidades mecânicas e também por peculiaridades de cada modelo, provavelmente já ouviu falar em eixo cardã. Ele é necessário em carros com tração integral e traseira, ou ainda nos modelos 4×4. Essa peça tem como grande objetivo levar a tração do motor para as rodas traseiras do veículo, e é um item que quase não demanda manutenção. Entretanto, o controle de sua integridade é fundamental. Em carros como o Chevette, por exemplo, sem o eixo cardã não há tração.

Folgas devem ser combatidas

Se existe um problema que deve ser combatido no eixo cardã são as possíveis folgas nas conexões, pois isso vai gerando desgaste acentuado. Danilo Vasconcelos, CEO da Dinamicar Pneus, loja carioca de manutenção automotiva e pneus baratos, fala sobre a importância da manutenção: “o eixo cardã pode ficar anos sem dar nenhum tipo de problema, pode ficar milhares de quilômetros sem deixar o dono na mão, mas é preciso verificar seu óleo constantemente e possíveis ruídos durante o uso”.

Os carros que são 4×4 tem seu eixo cardã ligados ao diferencial e isso complica um pouco a manutenção, já que esse eixo é ligado ao sistema que tem por característica principal reduzir a rotação das rodas internas durante uma curva. Nesse caso, a manutenção deverá ser um pouco mais específica, mas sempre preventiva, para que sua viagem não acabe no meio.

Pneus traseiros podem ter desgaste aumentado

Por se tratar de um sistema que proporciona tração para as rodas traseiras, o desgaste destes pneus tende a ser maior. Entretanto, se a peça estiver desgastada, o risco de trancos é muito maior, o que aumenta, por conseguinte, o desgaste dos compostos na parte traseira do seu carro. Lembre-se, sempre que os pneus estiverem no limite, ou seja, com 1,6mm de profundidade no sulco, é hora de trocá-los!

Assuntos Relacionados
Andrielle Bressane · Artigos · Serviço

Comments are closed.