jun 18, 2015
140 Visualizações
Comentários desativados em Entenda melhor o programa Ciência sem Fronteiras
0 0

Entenda melhor o programa Ciência sem Fronteiras

Publicado por

Já imaginou concluir sua graduação ou pós-graduação no exterior? Ter a oportunidade de conhecer uma nova cultura enquanto cursa uma renomada instituição de ensino pode parecer um sonho distante, mas é uma realidade possível para os candidatos programa Ciência sem Fronteiras.

O que é?

ciencia-fronteira

O Ciência sem Fronteira, oferecido pelo Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, através de suas instituições de fomento, CNPq e CAPES, é um programa que tem o objetivo de fazer o intercâmbio de estudantes para vários países, oferecendo até 101 mil bolsas em 4 anos, para que conheçam novos sistemas de ensino e possam contribuir para o crescimento tecnológico e científico do país, além de buscar atrair pesquisadores estrangeiros que queiram vir para o Brasil e trabalhar em pesquisas nas áreas de conhecimento atendidas pelo programa junto a pesquisadores daqui.

Como Funciona?

estudar-outro-paisPara se inscrever, o candidato deve atender os seguintes requisitos:

  • Ser brasileiro ou naturalizado;
  • Estar regularmente matriculado em instituição de ensino superior no Brasil em cursos relacionados às áreas prioritárias do Ciência sem Fronteiras;
  • Ter sido classificado com nota do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM – com no mínimo 600 pontos considerando os testes aplicados a partir de 2009;
  • Possuir bom desempenho acadêmico;
  • Ter concluído no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo previsto para o curso de graduação.

Além disso, é necessário acessar o site do programa, Ciência sem Fronteiras e ver, na guia “Chamadas Abertas”, quais são as bolsas com inscrições abertas para o momento. Lembrando que, no caso dos candidatos a cursos de pós-graduação, doutorado e pós-doutorado devem, antes de se inscrever, já ter sido aceitos em uma instituição de ensino no exterior antes de se inscrever no programa.

Quais são as áreas contempladas pelo programa?

ciencia-fronteiraSegundo o site do programa, as áreas prioritárias são as seguintes:

  • Engenharias e demais áreas tecnológicas;
  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;
  • Computação e Tecnologias da Informação;
  • Tecnologia Aeroespacial;
  • Fármacos;
  • Produção Agrícola Sustentável;
  • Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
  • Energias Renováveis;
  • Tecnologia Mineral;
  • Biotecnologia;
  • Nanotecnologia e Novos Materiais;
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
  • Biodiversidade e Bioprospecção;
  • Ciências do Mar;
  • Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação);
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
  • Formação de Tecnólogos.

Quais são os benefícios recebidos pelos bolsistas?

Os bolsistas recebem mensalidade de bolsa, auxílio-instalação, auxílio material didático, passagens aéreas e seguro saúde, através de conta corrente no Banco do Brasil.

Bolsistas do FIES e PROUNI

Segundo as regras do programa, não é permitido aos bolsistas do Ciência sem Fronteiras acumular outros benefícios de bolsa e é de responsabilidade do usuário cancelar o recebimento dos mesmos.

Visto e Passaporte

passaporte-estudar

Todo o processo para obtenção de passaportes, vistos, exames médicos necessários e tradução de documentos são de responsabilidade do aluno.

Bolsistas pelo Mundo

A partir deste mapa é possível ver as instituições em que bolsas foram oferecidas. Até agora, foram 78183 bolsas implementadas, sendo que 3177 ainda estão em vigência.

Aproveite a oportunidade!

ciencia-estudante

Se você, como tantas pessoas, tem o sonho de estudar fora, não deixe de tentar. O Ciência sem Fronteiras é uma grande oportunidade para quem tem força de vontade e se aplica aos estudos!

Originalmente publicado no Blog do Quero Bolsa

Assuntos Relacionados
Educação e Cultura

Comments are closed.