jul 4, 2017
24 Visualizações
1 0

Indenizações na Indústria Farmacêutica

Publicado por

A companhia farmacêutica Merck & Co, também conhecida por MSD, responsável pelo fabrico de vários medicamentos atualmente disponíveis no mercado, concordou em pagar 100 milhões de dólares de indenização por alegadamente, o contraceptivo transvaginal NuvaRing, causar potencialmente eventos trombolíticos fatais. A maioria dos casos apresentados nos tribunais federais e estatais dos Estados Unidos pertencem aos estados do Missouri e de Nova Jérsei, cujas queixas futuras serão também abrangidas por este acordo.

Cerca de 3800 pacientes apresentaram queixa, de entre os quais, 95% terá de concordar que esta companhia não procedeu de forma errada, para que o acordo possa ser consumado. Segundo a farmacêutica: “Mantemo-nos fiéis à investigação que deu suporte à aprovação do NuvaRing e ao nosso trabalho contínuo para monitorizar a segurança do medicamento.

Os processos em tribunal tanto contra a Merck como contra a sua subsidiária, a Organon, alegam que o NuvaRing não foi concebido nem testado devidamente, não sendo descritas quaisquer advertências na bula do Nuvaring (Ver aqui), relativamente ao risco de tromboembolismo venoso. Este dispositivo combina as hormonas estrogénio e progesterona, sendo que o tipo desta última hormona, segundo vários estudos apresentados para justificar as queixas em tribunal, apresenta um risco duas vezes superior de causar coágulos sanguíneos. Apesar disto a Merck garante que todos os riscos, incluindo a possibilidade de coágulos sanguíneos, estão incluídos na bula do medicamento.

Em Dezembro 2014, a Actavis, responsável pelo fabrico de medicamentos como o Aciclovir para combate ao herpes, anunciou que cumpriu as regulações norte-americanas para a aprovação de uma versão genérica do NuvaRing, sendo possível que esta empresa farmacêutica seja a primeira a desenvolver uma versão genérica deste medicamento. Apesar de a indenização recorrente, a Merck processou a Actavis, de forma a impedir que esta companhia publicite a versão genérica deste dispositivo antes que a sua patente expire em 2018.

Mesmo com a polémica gerada em torno deste contraceptivo. Nos últimos anos, apenas nos Estados Unidos, as vendas de Nuvaring situaram-se nos 560-650 milhões de dólares (média), pelo que este continua a ser um dos medicamentos mais populares da farmacêutica Merck.

Fontes: CNN, DrugWatch, Reuters

Assuntos Relacionados
Saúde e Bem-Estar · Serviço
https://www.euroclinix.net/pt/

Redator e especialista de Saude para a clínica/farmácia online euroClinix que serve Portugal e Brasil

Comments are closed.