jul 2, 2015
261 Visualizações
0 0

Numerologia

Publicado por

Na prática milenar da numerologia, o mapa do nascimento de uma pessoa consiste de quatro números básicos –  três retirados do nome e um da data de nascimento.  Os numerologistas analisam esses números para descobrir indicações sobre o caráter , destino e ciclos de vida de um indivíduo.  Uma leitura pessoal do mapa, semelhante à dos profissionais, pode ser feita pelo simples cálculo desses quatro números e o cotejo com outras descrições sucintas.  O primeiro passo desse exercício intrigante é a tradução do nome em seu equivalente numérico, fazendo uso de uma tabela padrão de conversão número-letra.  Para cada letra é especificado um número de um único dígito baseado em sua ordem no alfabeto:  as letras de A a I são numeradas de UM a NOVE, e as demais são reduzidas a um desses dígitos por simples adição. Por exemplo, o J como décima letra converte-se em 1 (10=1+0=1), e o U como vigésima-primeira letra converte-se em 3 (21=2+1=3).

Os três números do nome de nascimento são determinados pela adição dos valores  numéricos de três diferentes séries de letras no nome: primeiro todas as vogais que ocorrem; depois todas as consoantes; finalmente, o total de todas as letras.  O total numérico  das vogais no nome é chamado  número da alma. Este é tido como refletindo o verdadeiro interior da pessoa, encerrando ambições e motivações, julgamentos, atitudes e sentimentos.  O total das consoantes, por sua vez, produz o número  da personalidade exterior, que diz respeito  à aparência física, saúde e impressão que a pessoa causa nos outros pelo modo de se vestir e de se comportar.

O total do nome é conhecido como número do caminho do destino. Ele indica a soma das capacidades e realizações do indivíduo e como ele irá afetar os outros.  O número do caminho do destino também diz respeito à direção que uma pessoa tomará para atingir seus objetivos – seja criar uma família ou dirigir uma empresa – e descreve os tipos de pessoas que encontrará ao longo desse caminho.

Os numerologistas acreditam que, embora o nome  de nascimento  permaneça como fundamento da natureza e do destino por toda a vida, uma mudança de nome  pode alterar  dramaticamente a combinação de letras e números.  Embora o nome de uma pessoa possa mudar ao longo de sua vida, a data de nascimento é constante. E é a soma dos números  nessa data que produz o quarto e mais importante número de um mapa numerológico – o número da lição da vida.  Esse número revela as lições e verdades que uma pessoa está destinada a aprender durante sua vida;  ele indica o propósito essencial de sua existência.

O número da lição da vida é obtido somando os números da data de nascimento até que se reduzam a um único dígito. Se sua data de nascimento fosse 4 de novembro de 1947, por exemplo, você calcularia seu número da lição de vida escrevendo a data como 4.11.1947 – usando o ano com o milhar e a centena, e não apenas 47 –  e, então, adicionando os dígitos até se reduzirem à casa das unidades (4+1+1+1+9+4+7=27= 2+7=9)

O número da data de nascimento é também a chave para a interpretação do que os numerologistas chamam de “ciclos do ano pessoal” – um conjunto de padrões e influências dominantes tais como positividade, harmonia, segurança, resignação e assim por diante.  Diz-se que esses padrões são postos em movimento no dia em que uma pessoa nasce, e continuam  em ciclos de nove anos pelo tempo que ela viver. O ciclo de ano pessoal explica onde a energia deve ser focalizada durante qualquer período dado de doze meses –uma espécie de tarefa da casa psíquica para o ano.

Um método simples para determinar o ciclo  de ano pessoal em curso é voltar para o último aniversário e somar os números dessa data.  Só padrões associados com esse número prevalecerão desse aniversario  até o próximo e, então, o ciclo se moverá um número adiante;  no final do ano nove do ciclo, a pessoa recomeça com o ano um.  Qualquer que seja o número da lição de vida determinado no dia do nascimento, esse número se repete no nono aniversário da pessoa – e a cada nove anos daí em diante.  Por essa razão, o ano de nascimento e as idades de 9, 18, 27, 36, 45, 54… são anos importantes, representando períodos em que os acontecimentos dão ênfase ao tema principal da vida da pessoa e a relembram  novamente das lições que ela deve aprender nesta vida.

Uma vez determinados os quatro números de um mapa numerológico, o passo seguinte é procurar interpretá-los.  Cada uma das descrições numéricas começa com a suposta essência do número, seguida de sua influência como número pessoal em uma das quatro categorias.  Se você está examinando seu número da alma, por exemplo, a definição descreve sua natureza interior.  Se é seu número de personalidade exterior, a descrição representa como os outros vêem você.  Se você está à procura de seu número do caminho do destino, a influência se aplica ao curso de sua carreira. E se seu número é o da lição da vida, a definição sugere quais lições você deve aprender.  E finalmente, o ciclo de ano pessoal descreve o padrão de eventos e atitudes prevalecente para o passado, presente e futuro.

As descrições numéricas para exame dos mapas é  patrimônio dos numerologistas, mas seguem, de certa forma, um padrão já universal.

Fonte: Jornalismo Colaborativo

Assuntos Relacionados
Artigos · Destaques · Educação e Cultura · Manchetes

Comments are closed.