nov 25, 2014
938 Visualizações
0 0

Saiba quando trocar componentes do sistema de freio

Publicado por

Por terem acionamento diretamente feito pelo motorista, os componentes do sistema de freio, tanto discos como pastilhas, duram de acordo com a maneira que são exigidos. Estas são peças conhecidas como componentes de desgaste, portanto, não é possível precisar uma quilometragem específica para sua reposição.

A única variável que pode ser controlada, nesse caso, é o próprio motorista, já que é de seu pé que sai o comando para a ação de frear. Pisadas mais bruscas vão gerar desgaste maior, por isso, recomenda-se, em primeiro lugar, respeitar os limites de velocidade e, não menos importante, usar o freio com cautela.

Os componentes do freio vão durar também de acordo com o ano de fabricação do carro. Nos carros zero, pastilhas são bem aproveitadas até cerca de 30 mil km rodados. Discos de freio suportam distâncias maiores, podendo resistir até o dobro das pastilhas. Na parte traseira, entretanto, em ambos os casos, a durabilidade é maior, já que a maior parte do peso do carro recai na dianteira no momento da frenagem.

Outros fatores que influenciam diretamente para que os freios durem mais ou menos são o local onde o carro roda predominantemente. Em locais com muitos e acentuados declives, a tendência é que os freios sejam mais exigidos, em cidades geralmente se freia mais do que em rodovias e até se o câmbio é ou não automático pode determinar a duração do sistema de freio.

Nos veículos mais modernos, existem sistemas eletrônicos que alertam sobre o desgaste dos freios e quando se deve trocar seus componentes, com a utilização de sensores que emitem sinais luminosos no painel, ou com ruído característico ao acionar o freio. Além de observar o uso correto e a quilometragem média, especialistas recomendam que a cada seis meses seja feita revisão, com o objetivo de detectar eventuais falhas em partes dos freios além das pastilhas e discos.

Entenda as diferenças entre pastilhas e discos de freio

 

Danilo Vasconcellos, da Dinamicar Pneus , loja de pneus no Rio de Janeiro, diz que nas suas lojas procura sempre orientar os motoristas quanto ao uso correto e manutenção dos freios, explicando a importância de trocar as peças em conjunto “pastilhas são peças metálicas, que em atrito com os discos, provoca a frenagem do veículo. Por isso, normalmente quando se troca um deve-se fazer o mesmo com o outro”.

TAGS
Assuntos Relacionados
Andrielle Bressane · Colunistas · Serviço

Comments are closed.