dez 9, 2013
142 Visualizações
0 0

A temporada de inverno sempre pede um bom vinho

Publicado por

vinho 1

O vinho possui uma enormidade de fãs no mundo inteiro, e isso não é coisa de hoje em dia, sua história se confunde com a das principais civilizações antigas e religiões. Sempre muito apreciado em todos os locais, é impossível prever onde ele primeiramente foi desenvolvido, porém, acha-se que o primeiro vinho foi produzido ao acaso, com o esquecimento de algumas uvas amassadas que com o tempo sofreram processos de fermentação.

Os vinhos, principalmente os tintos, são muito apreciados em regiões mais frias. Na Europa, por exemplo, a maioria das pessoas toma vinho durante o ano todo. O Chef Fabio Almeida, do restaurante na tijuca A Propósito Food Service, explica o motivo: “Os vinhos tintos são mais encorpados, mais calorosos, o que traz uma maior sensação de calor. Qualquer variação no teor alcoólico já pode fazer muita diferença”.

Essas épocas mais frias também pedem alguns pratos típicos, que são por si só mais quentes e encorpados. A maioria deles cai muito bem com vinhos, porém, é necessário avaliar muito bem o tipo da uva, o grau de envelhecimento e o processo pelo qual passou esse vinho. O nome dado a esse processo é harmonização, e serve para que um sabor não sobreponha o outro, e sim se completem.

Vamos trazer para vocês uma lista com alguns desses pratos e dicas para uma harmonização perfeita.

Fondue de queijo:

Originado na Suíça, o prato é geralmente uma mistura dos queijos gruyère e emmental. A melhor harmonização para esse prato seria um vinho com sabor mais leve que não bata com o dos queijos, que é bem marcante. Uma boa dica seria o vinho branco Alamos Chardonnay.

vinho 2

Puchero:

Esse prato, que é preparado com carne suína, grão de bico, feijão branco e batata, é a versão espanhola do cozido português. Ele pede um vinho com uma textura um pouco menos encorpada que ele. Um ótimo vinho com esse requisito é o Catena Cabernet Sauvignon.

Puchero

Cassoulet de feijão branco:

É um prato muito encorpado, porém muito macio, ele pede uma combinação com um vinho igualmente encorpado para dar uma sensação um pouco mais aveludada no paladar. Uma ótima dica é um vinho feito com uvas Merlot.

vinho

Trouxemos aqui algumas dicas, mas a harmonização varia de pessoa para pessoa, afinal cada um tem um gosto diferente e você tem que pensar no que agradaria mais ao seu paladar e ao de suas companhias.

Assuntos Relacionados
Gastronomia

Comente ou dê a sua opinião